domingo, 16 de agosto de 2009

Primeiras lições de crochê



Desde pequena recebi minhas primeiras lições de crochê com minha oma (vó) Elisabeth. Cadeiras no quintal de casa (o chalé de madeira), linhas e agulhas a postos e a paciência a ensinar com amor! Ainda guardo as roupinhas feitas por ela para nossas bonecas Susie. Que saudade!
Como não poderia deixar de ser, minha mãe aprendeu a tricotar e crochetar com a mãe dela (a oma Elisabeth) e também me passou seus conhecimentos. Três gerações a crochetar em casa! Que delícia!
Os caminhos da vida nos trouxeram para a Bahia, e com o passar dos anos perderam-se alguns hábitos, deixei de crochetar, mas a oma nunca parou. Deixou muitos trabalhos e dentre eles as nossas respectivas colchas de casal para o futuro matrimônio (ainda futuro!). Hoje o chalé de madeira não existe mais, a oma está crochetando no céu, e eu, eu voltei a crochetar! E estou ganhando um dinheirinho!!


2 comentários:

pat disse...

Vivis, temos outra coisa em comum: esse legado de amor que minha avó também me deixou. Só que no quarto dela tinha uma máquina de costura onde ela me deixava costurar as roupas da minha Susi. Era um quarto virado para o poente, sempre quentinho e gostoso. Lembranças.....

Viviane disse...

Bons tempos, não é mesmo?!
já não tenho mais a minha Susi. Nem sei se ela ainda existe no mercado e do jeitinho das da nossa geração (com os bracinhos e pernas dobráveis!), muito mais originais que a "dura Barbie".